Ano Lectivo 2009/2010

O nosso Projecto Curricular de Turma é Cuidar da Terra Aprendendo a Reduzir, Reutilizar e a Reciclar.

30 de outubro de 2010

Novo Ano Lectivo

No ano lectivo 2010/2011 estamos na Sala Arco-Íris. Visitem-nos!
(É só clicar em sala arco-íris)

7 de julho de 2010

Pequeno Filme do Espectáculo de Golfinhos

Estas são algumas imagens do espectáculo de golfinhos e dos leões marinhos, que as crianças puderam apreciar na nossa visita ao Jardim Zoológico no dia 29/06/2010. Foi um espectáculo excelente dos nossos amigos Animais, que as crianças adoraram.

A mensagem transmitida durante o espectáculo incidiu sobre a Preservação do Meio Ambiente e a Protecção das Espécies Animais.


Os Golfinhos

video

Os Leões Marinhos

video

14 de junho de 2010

Xico,o campeão da reciclagem

Hoje estivemos na Sala de Actividades, com os nossos amigos das Salas Encarnada e Arco-íris.

O Objectivo foi ver uma história em powerpoint, que sensibiliza para a preservação do ambiente através da separação do lixos e da reciclagem do papel, das embalagens e do vidro.





Esta é uma história partilhada pela educadora Jesus Sousa, de Viana do Castelo.

3 de junho de 2010

5 de Junho de 2010 - Dia Mundial do Ambiente






MUITAS ESPÉCIES - UM PLANETA – UM FUTURO











Ao Redor do Mundo

"Embora as decisões individuais possam parecer pequenas diante das ameaças e tendências globais, quando milhares de pessoas juntam forças num objetivo comum, podemos fazer uma tremenda diferença. "

Secretário-Geral Ban Ki-Moon






1 - O que é a Vida?

O Princípio da Vida significa respeito e preocupação por todos os seres vivos, quer sejam grandes ou pequenos. Toda a vida é importante, e não apenas a vida humana, por isso devem tratar-se todos os seres vivos com respeito e consideração


2 - O que é a Interligação?

O Princípio da Interligação significa que todas as coisas estão relacionadas umas com as outras. Cada pessoa e cada ser vivo tem as suas próprias qualidades especiais. Todos nós temos um lugar na Terra e todos nós necessitamos uns dos outros.






Clica na imagem do Planeta Terra e da boneca Rosie e escuta a canção, que refere os oito príncipios da Pequena Carta da Terra.



2 significa INTERLIGAÇÃO!
Letra e música de JC Little; arranjos e interpretação de Rosie Emery; traduçäo em português de Säo Monteiro Silva.

De um a oito, A Pequena Carta da Terra
A Terra e Rosie te irão guiar.

DOIS significa que tudo está interligado,
para INTERLIGAÇÃO respeito e cuidado.
Todos são diferentes, e todos têm o seu lugar.
A Terra está interligada com toda a humanidade.

(CORO)
Por isso segue A Carta de um a oito.
DOIS significa INTERLIGAÇÃO, nunca é demasiado tarde.
A Terra e Rosie te irão guiar
A Pequena Carta da Terra é um tesouro a partilhar.

Tu conheces-me, Planeta Terra!
A Vida em mim acontece de muitas formas,
há uma rica variedade de seres vivos.
São uma parte importante da minha vitalidade e da minha beleza.
E totalmente todas estas formas de vida
estão interligadas e ligadas a ti!

(CORO)
Da INTERLIGAÇÃO cuidaremos...



3 - O que é a Família?

O Princípio da Família significa fazer tudo o que estiver ao nosso alcance para que cada pessoa da família humana seja bem tratada; isso significa que deverás trabalhar com os outros para garantir que todos os meninos e meninas tenham uma casa, água potável para beber, alimentos para comer, uma escola para frequentar e um médico par tratar deles se estiverem doentes.


4 - O que é o Passado?

O Princípio do Passado significa que irás aprender sobre todos os povos que viveram antes de ti, descobrir o que houve de bom nas suas vidas e as dificuldades que tiveram que superar, e utilizar a sua sabedoria para inspirar a tua vida actual.

5 - O que é a Terra?

O Princípio da Terra significa que prometes cuidar da Terra, da água, do ar, do solo e de todos os seres vivos e farás todos os possíveis por viver de uma forma regrada e não gananciosa. A Terra é a casa que partilhamos.

6 - O que é a Paz?

O Princípio da Paz significa que tu prometes viver em paz e que queres cooperar com os outros para resolver conflitos de forma não violenta. No caso de teres um conflito procura soluções que sejam justas para todos.



7 - O que é o Amor?

O Princípio do Amor significa que prometes ser leal e amável com os outros, para incutir confiança naqueles que te conhecem, e compreender as diferentes opiniões das outras pessoas. Significa, também, que serás responsável por todos os teus actos.


8 - O que é o Futuro?
O Princípio do Futuro significa que, durante toda a tua vida, farás o possível para garantir que todos possam viver juntos nesta formosa Terra, com saúde, paz e harmonia, hoje e sempre.


http://www.littleearthcharter.org/





O PLANETA PRECISA DE TI!

---

-----

1 de Junho - Dia Mundial da Criança

Alguns Versos para Ti, que és Criança...



Com versos da cor do mar
é que pinto o teu sorriso
porque gosto de pintar
quando o amor é preciso.
E o amor é uma asa
esvoaçando sobre nós
a polvilhar de ternura
os timbres da nossa voz.


Versos para os Pais lerem aos Filhos em Noites de Luar. José Jorge Letria / André Letria. Ed. Ambar. Porto 2003.



Este ano como modo de celebrar esta data e integrada no nosso

Projecto Curricular de Escola



O Lixo e os 3 R´s - Reduzir, Reutilizar e Reciclar:



As crianças estamparam uma Tartaruga






E o símbolo da Reciclagem em T-shirts. A frase alusiva ao cuidado com o meio ambiente foi:



Educar é Reciclar



Hoje realizámos uma Exposição com Objectos Construídos a partir de Materiais Recicláveis, que irá decorrer durante alguns dias. Os trabalhos expostos da Sala Azul foram executados pelas crianças e as suas famílias









e pelas crianças e a equipa pedagógica da sala como, por exemplo, estes feitos com colagem de tampas de plástico e desenho a lápis de cor em cartolinas de diversas cores.





Realizaram-se actividades de expressão plástica com um fundo musical



As refeições foram tomadas em conjunto para permitir, que as crianças das diferentes salas, convivessem e partilhassem momentos de alegria neste dia especial.

25 de maio de 2010

In My World - Lois Ehlert

Hoje as crianças escutaram e observaram as imagens deste livro In my World (No Meu Mundo), cuja história /mensagem é um elogio e um agradecimento ao Nosso Mundo - O Planeta Terra - A Nossa Casa , por tudo o que existe na natureza e que todos nós devemos cuidar e preservar.


Conversámos também sobre o Sol / a Lua / o Planeta Terra (movimento à volta do sol - movimento de translação) o Dia / a Noite / as Estrelas.





por Lois Ehlert - 2006 - 40 páginas


Descrição geral do livro




«Fazer uma caminhada com este best-seller livro-imagem, criado por Lois Ehlert, nesta celebração vibrante cortado de muitas maravilhas da natureza. Completo com um jogo simples de formas, este livro gentil da descoberta vai inspirar os leitores de todas as idades a compartilhar o seu amor pela natureza - e olhar para o mundo de uma forma totalmente nova.»

Editora: Voyager Books Hartcourt, Inc.














Inspiradas neste livro as crianças pintaram, o que elas prórias gostam mais mais no Nosso Mundo - O Planeta Terra.





Imagem do Planeta Terra publicada pela Nasa (que pode ser vista em Full screen)







(Imagens inéditas do Sol cedidas pela NASA)

23 de maio de 2010

Recolha da Ecopilhas ajuda o IPO Lisboa

Notícia





A Ecopilhas recolheu em 2009 cerca de 20 milhões de unidades de pilhas e baterias usadas. Do total, quatro milhões foram recolhidos no âmbito do I Peditório Nacional de Pilhas e Baterias Usadas, avança o Diário Digital.


A recolha feita no I Peditório Nacional de Pilhas e Baterias Usadas reverteu a favor do Instituto Português de Oncologia (IPO) de Lisboa, tendo resultado na compra de uma máquina de rastreio de cancro oftalmológico.


As recolhas de 2009 fazem elevar as recolhas totais da Sociedade Gestora de Resíduos de Pilhas e Acumuladores (Ecopilhas) para “100 milhões de pilhas e baterias”. Esta cifra situa-se nos 21% da taxa de recolha (a taxa exigida pela União Europeia é de 25% até 2012).


“Continuamos a apostar num fluxo especializado e específico como é o caso da recolha e tratamento de pilhas e baterias portáteis usadas, uma vez que acreditamos que se trata de um segmento que requer uma atenção e trabalho contínuos e personalizados”, afirmou Eurico Cordeiro, director-geral da Ecopilhas.


“Estamos confiantes que a recolha de baterias industriais, que vamos iniciar, será também um sucesso no que diz respeito ao crescimento e sustentação de recolhas”, acrescentou.

2010-05-12 10:53

17 de maio de 2010

“Troque a Via Verde que já não usa por um Golfinho feliz”

Notícia























No Ano Internacional da Biodiversidade, a Via Verde e o Projecto Delfim uniram esforços para ajudar a proteger os golfinhos do Sado.

A Campanha “Troque a Via Verde que já não usa por um Golfinho feliz” pretende incentivar os clientes que tenham identificadores avariados ou que já não usem a entregá-los numa Loja Via Verde ou enviá-los, gratuitamente, por correio,

até ao dia 15 de Junho.


No âmbito desta iniciativa, por cada identificador devolvido, a Via Verde irá doar cinco euros ao Projecto Delfim. Esta Campanha pretende contribuir para o financiamento da investigação científica realizada pela associação sobre a população ameaçada de golfinhos-roazes do Sado, única em Portugal continental.


Para mais informações sobre a Campanha visite o website da Via Verde.



Apoie esta iniciativa e divulgue-a junto dos seus familiares e amigos!


sala azul

Amigos do Ambiente - Reciclar

Reciclar Cápsulas de Café da Nespresso

Notícia publicada a 29-Set-2009 em http://www.abcdoambiente.com/

Reciclagem de cápsulas “Nespresso”



As lojas que vendem café “Nespresso” vão passar a ser pontos de recolha das cápsulas usadas.O projecto de reciclagem estende-se a todos os estabelecimentos que vendem aquele tipo de cápsulas, depois de ter começado nas quatro lojas da marca em Portugal, numa experiência-piloto que já recolheu 300 mil cápsulas.

Por agora, 29 estabelecimentos parceiros da Nespresso servirão como pontos de recolha, mas a marca quer alargar a 50 até ao final do ano e a 200 em 2010, ano em que a marca conta reciclar anualmente dez por cento das cápsulas vendidas.

As cápsulas recolhidas, que não podem ser recicladas como as embalagens normais, são enviadas para uma fábrica portuguesa onde o alumínio é separado do café. O metal volta a ser fundido para fazer novas cápsulas e as borras são misturadas com outros resíduos vegetais num processo de compostagem, para serem utilizadas como fertilizante agrícola. O alumínio será reciclado para fazer embalagens novas e as borras serão usadas como fertilizante.







Data: 12 de novembro de 2009

Reciclar as Rolhas de Cortiça

Rolhas de cortiça recicladas chegam às 20 toneladas
06-Mai-2010





No âmbito do programa Green Cork, promovido pela Quercus, ao longo do ano de 2009 foram recicladas 20 toneladas de rolhas de cortiça. Para 2010 está previsto o aumento de pontos de recolha, um pouco por todo o país.

Depois de depositadas em cerca de 150 pontos de recolha, as rolhas são transportadas para o único centro de reciclagem autorizado em Portugal, propriedade do Grupo Amorim.
No centro, as rolhas de cortiça são trituradas e, posteriormente, transformadas em nova matéria-prima.

De acordo com Pedro Sousa, da Quercus, as rolhas recicladas são úteis para os mais diversos fins, que podem ir desde “a produção de revestimentos, isolamentos térmicos e acústicos, até à produção de peças automóveis, indústria de calçado e da aeronáutica”, explicou, sendo que grande parte do produto obtido se destina à exportação.

Até ao ano passado, o número de pontos de recolha rondava os 30, tendo, em 2009, passado para os actuais 150, distribuídos por todo o país, em diversos hipermercados.•
Para 2010, o objectivo passa por aumentar em 50 por cento o total de pontos de recolha.
Nesse sentido, já foi lançada uma nova campanha de sensibilização para a importância do gesto.

http://www.abcdoambiente.com/index.php?option=com_content&task=view&id=1311&Itemid=303


Green Cork - as suas rolhas pela nossa floresta...




Contribua para a Plantação de Árvores...






(a visualizar oportunamente na sala azul, de momento apenas a mensagem do vídeos foi revelada.)

13 de maio de 2010

Embalagens recicladas valem material escolar

Reciclar é Dar e Receber




“Reciclar é dar e receber”: lembra-se deste lema? Ele vai voltar a ser utilizado para o novo projecto da Sociedade Ponto Verde (SPV) em parceria com a Entreajuda – Associação para o Apoio a Instituições de Solidariedade Social, que tem como objectivo distribuir materiais escolares novos aos alunos carenciados do 1.º Ciclo, no início do próximo ano lectivo.

Assim, até Setembro de 2010 todas as embalagens usadas enviadas para reciclagem terão um valor acrescido. Por cada tonelada reciclada, excluindo incineração e compostagem, a SPV irá doar 0,25€ para a aquisição de material escolar. O objectivo é chegar a 2.000 crianças, identificadas pelas diversas Associações de Solidariedade Social que de Norte a Sul do país trabalham com a Entreajuda.

Para a concretização do projecto é necessário que os portugueses enviem para reciclagem, durante os seis meses em que decorre o projecto, 160 mil toneladas. Os kits obtidos com o material escolar (mochila, borracha, esferográficas, canetas de feltro, régua, dossier com separadores, estojos, lápis de carvão, afia, lápis, lápis de cor, tesoura e cola) irão ser entregues no início do ano lectivo 2010/2011.

Esta iniciativa conta com o apoio da Direcção-Geral de Inovação e Desenvolvimento Curricular (DGIDC), Ministério da Educação, Ministério do Ambiente e do Ordenamento do Território e da Agência Portuguesa do Ambiente (APA).

http://www.protegeoqueebom.pt/temas/melhora-o-ambiente/reciclagem/







O Sono das Crianças - RTP - SERVIÇO DE SAÚDE

Este é um programa com a duração aproximada de 70 minutos, destina-se a um público adulto, mas para quem ainda não o viu, vale a pena fazê-lo. Reflecte aspectos educativos, com especial incidência na importância do sono para as pessoas e, principalmente, na vida das crianças e adolescentes.


1ª parte do Programa




2ª parte do Programa



Seguem-se dois excertos do mesmo programa, que referem duas questões muito concretas: A importância / Necessidade do Sono e Sesta / Sono Nocturno.


A Regularidade e a Quantidade de Horas de Sono das Crianças


DESCRIÇÃO Importância da regularidade e quantidade de horas de sono para as crianças: interferência no ritmo cardíaco, humor, alimentação, sistema hormonal.
Privação do Sono associada a risco cardiovascular, obesidade, hipertensão, cancro, morte sem causa, acidentes, insónia e depressão.






Sesta não Substitui Sono Nocturno


DESCRIÇÃO Telefonema de educadora de infância que diz lidar com crianças de 3 e 4 anos; uma fase em que há uma certa resistência à autoridade dos adultos e ao terem que dormir à noite.
Confessa que muitos pais lhe pedem para retirar o repouso durante a tarde para que eles durmam à noite. Os especialistas salientam que o sono nocturno é insubstituível


11 de maio de 2010

Sim, eu posso! Ajudar a Salvar o Planeta - Livro

Sim, eu posso ajudar a salvar o Planeta Terra





Foto do Jogo Verde (incluído no livro), que ajuda a reforçar a mensagem de que devemos todos ajudar a salvar nosso planeta.

10 de maio de 2010

A Cidade Renovável - Energias Renováveis





Cidade Renovável

Esta é a área do Portal das Energias Renováveis dirigida especialmente ao público mais pequeno...

Neste espaço poderás encontrar a Cidade Renovável, um lugar imaginário algures na Terra, onde as fontes de energia são o Sol, o Vento, as Ondas e outras Energias Renováveis, e vai ser visitado por um amiguinho muito especial!

Clica em Energias Renováveis, para aprenderes mais sobre as energias, que são mais saudáveis para a vida do nosso Planeta.


Para Pintar a Cidade Renovável - Clica Aqui!


Aqui poderás clicar em Jogar e fazer um jogo de memória, um puzzle e um jogo de encaixe de formas.

Com o apoio da tua família faz boas aprendizagens e diverte-te!

O Aquecimento do Planeta Terra

Um pequeno vídeo, que ilustra bem às crianças como se gera o aquecimento global do nosso planeta.


Dobragem com um movimento e Desenho

Tarefas: Dobrar; colar; desenhar (a partir da dobragem) .



Fazer a dobragem, colar na folha de papel e que, depois, se transformou em telhado, a partir do mesmo todos as crianças desenharam uma casa.










Observámos que do quadrado de papel, depois desta dobragem se obteve uma figura triangular.




As crianças aderiram com gosto.



Actividade realizada em 2010/05/07.

3 de maio de 2010

Festa do Dia das Mães

Tudo o que as crianças prepararam, para celebrar o Dia da Mãe foi vivido com muito entusiasmo e alegria, como é natural.

As crianças fizeram um lindo ramo de flores e um postal; fizeram gelatina de morango para o lanche; cantaram as canções aprendidas alusivas a este dia e pediram, que fosse contada a história A MINHA MÃE.


A_minha_Mae


Esta foi a história, alusiva ao Dia da Mãe, contada às crianças.




NASCER

Mãe!
Que verdade linda
O nascer encerra:
Eu nasci de ti,
Como a flor da Terra!

(Matilde Rosa Araújo)

Nana, nana meu menino.
(Sónia Ferreira / Texto tradicional)

Nana, nana meu menino.
Nasce o sol, põe-se a lua.
Que destino será o teu
e que sorte será a tua…



Os Barcos

(Canção Pop. Francesa)

Mamã, como é que os barcos,
Sem ter pés, podem andar?
Não vês, meu patetinha,
São os homens a remar!


As Flores ficaram muito bonitas. Aqui ficam as fotos...






30 de abril de 2010

O Ciclo da Água

Hoje as crianças escutaram a história A Gotinha d'Água - o objectivo foi desenvolver o conhecimento sobre o ciclo da água.


Se desejarem poderão ver a...

Animação do Ciclo da Água do INAG... é só clicar

Aqui fica um pequeno jogo, que envolve alguns dos habitantes do meio aquático - os peixes - para as crianças, que o desejem experimentar e exercitar a sua memória... mas alguns adultos também gostam e poderão aproveitar para o fazer com os seu filhotes é só clicar...

Jogo de memória Descobre o Gémeo

A Viagem da Água é um pequeno filme muito interessante, para ser visto pelas crianças na companhia de adultos, que as ajudem na descodificação da informação inclusa.






A Animação, o Jogo e o Filme serão apresentados na Sala Azul brevemente.

23 de abril de 2010

Dia Mundial do Livro - A Exposição da Sala Azul no nosso Jardim-de-Infância

O Livro é um óptimo veículo de aprendizagens, de cultura e, em muitas situações, dá asas à imaginação, associando-se também aos afectos de todos nós.

A história Quiquiriqui foi uma daquelas histórias, que mais tocou / agradou às crianças sa Sala Azul. Há já algum tempo, a partir deste livro planeámos uma actividade de expressão plástica em grupo. Essa actividade foi desenvolvida e no Dia Mundial do Livro expusemos o nosso trabalho e os nossos desenhos sobre a história.



A Actividade de Expressão Plástica em Grupo

Depois de planearmos esta actividade de grande grupo metemos mãos à obra com muito entusiasmo, para executarmos as personagens – O pintainho Quiquiriqui, a mãe Galinha e o Gato Pelado – e dois elementos muito importante no desenvolvimento da história – o Bolo e o Pote.

Utilizámos materiais como:
Restos de papel crepe; cartolina; sacos de papel usados; cola; restos de tecido; lã; botões velhos; tesouras e pincéis.

Realizámos tarefas como:
Desenhar a partir das ilustrações do livro (porque os nossos dotes artísticos, no domínio do desenho, são muito elementares )– os adultos.

Cortar e rasgar papel; fazer bolinhas de papel e colar – as crianças.


Aqui ficam as fotos...




Dia Mundial do Livro e dos Direitos do Autor - 23 de Abril de 2010






Ao celebrar este dia em todo o mundo, a UNESCO pretende promover a leitura, edição e à protecção da propriedade intelectual através de direitos autorais.


23 de Abril: uma data simbólica para a literatura mundial, pois nesta data e no mesmo ano de 1616, Cervantes, Shakespeare e Inca Garcilaso de la Vega, todos morreram. É também a data de nascimento ou morte de outros proeminentes autores como Maurice Druon, K. Laxness, Vladimir Nabokov, Josep Pla e Manuel Mejía Vallejo. Foi uma escolha natural para a Conferência Geral da UNESCO para prestar uma homenagem mundial aos livros e autores, nesta data, incentivando a todos, e em particular os jovens, a descobrir o prazer da leitura e ganhar um respeito renovado pelas contribuições insubstituíveis daqueles que têm favorecido o progresso social e cultural da humanidade.


A ideia desta celebração teve origem na Catalunha onde, em 23 de Abril, Dia de São Jorge, uma rosa é tradicionalmente dada como um dom para cada livro vendido.


O sucesso do Dia Mundial do Livro e Direitos Autorais depende essencialmente do apoio recebido de todas as partes envolvidas (autores, editores, professores, bibliotecários, instituições públicas e privadas, organizações não governamentais e os meios de comunicação de massa), que foram mobilizados em cada país por Comissões Nacionais da UNESCO, UNESCO Clubes, Centros e Associações, Escolas e Bibliotecas associadas, e por todos aqueles que se sentem motivados a trabalhar em conjunto nesta celebração mundo dos livros e autores.


(A foto do Cartaz e as Informações, relativamente a esta celebração, foram recolhidos no site da UNESCO. )



No nosso Jardim-de-Infância, para assinalar a importância deste dia, convidámos a actriz Oceana Basílio para vir à nossa instituição contar uma história às crianças.








As crianças e adultos gostaram muito da forma como a actriz Oceana fez a animação do conto...






Sinopse



O Nabo Gigante, um conto original russo recolhido por Alexis Tolstoi no século XIX, tem os ingredientes de um conto popular verdadeiramente hilariante, pensado para crianças com menos de 5 anos e para todos os que se iniciam no mundo da leitura. Acompanha as atribulações de um simpático casal de velhinhos nesta nova versão, enriquecida com as belíssimas ilustrações de uma premiada artista irlandesa.



A história recontada pelas crianças da Sala Azul:

Era uma vez um velhinho e uma velhinha que viviam numa casa torta, que tinha um jardim. O velhinho e a velhinha tinham uma vaca, dois porcos, três gatos, quatro galinhas cinco gansos e seis canários.

Numa manhã o velhinho e a velhinha foram para o jardim e semearam legumes ervilhas, cenouras, batatas, feijões e nabos. Depois choveu muito à noite e todos os legumes cresceram depois de muitos dias.

Num lindo dia de sol na Primavera de manhã o velhinho e a velhinha colheram os legumes. Só faltava um nabo. O velhinho puxou e içou e sacudiu com muita força, mas o nabo nem se mexeu. O velhinho chamou a velhinha. Os dois puxaram e puxaram com mais força. Mas o nabo continuava a não sair da terra.

O velhinho e a velhinha foram buscar a grande vaca castanha e o nabo continuava sem sair da terra. Os dois porcos, os três gatos, as quatro galinhas, os cinco gansos, os seis canários também vieram ajudar. Puxaram e puxaram com mais força, mas nada conseguiram.

A velhinha teve uma ideia, foi até à cozinha pôs queijo na ratoeira do rato, apanhou o rato levou-o lá para fora, para ajudar. Então com a ajuda do rato fizeram todos muita força e conseguiram arrancar o nabo, mas com tanta força caíram todos em cima uns dos outros, porque o nabo era enorme. Era um nabo gigante!

Naquela noite, o velhinho e a velhinha fizeram uma panela de sopa de nabo. Todos comeram sopa. O ratinho foi o que comeu mais.

22 de abril de 2010

Os Bichos da Seda já Nasceram!

No ano lectivo anterior uma das crianças do grupo ofereceu à sala alguns bichinhos da seda. Observámos o seu crescimento, a formação do casulo, o nascimento das borboletas, os ovos, que elas depositaram na caixa, e a morte das mesmas. Passou o Verão, o Outono, O Inverno, chegou a Primavera e, finalmente, dos ovos nasceram os nossos bichinhos da seda. Já os observámos - são muito pequeninos - e já os começámos a alimentar com folhas de amoreira. Iremos acompanhar o seu crescimento e mais um ciclo de vida destes pequenos animais, que se iniciou.







Aqui fica um pequeno filme, para que os possam observar enquanto se alimentam e o seu modo de locomoção.

video

13 de abril de 2010

O Filme A Floresta d'água

E por curiosidade...

...depois das aulas, numa pesquisa feita na internet, foi encontrado o filme com a história e as canções da obra A Floresta d'água, no blogue Lisboa no Guiness de Vitor Marceneiro - o autor do filme e... por curiosidade... o neto do fadista Alfredo Marceneiro.


Aqui fica o filme e as canções da obra de Jorge Salgueiro para que possam ser conhecidos e apreciados.




Autor: vitor_duarte


Nota: Se este vídeo estiver inactivo, poderá visualizá-lo clicando em Floresta d'água






CANÇÃO GENTE ESTRANHA

Letra de João Aguiar
Música de Jorge Salgueiro

Os adultos são gente muito estranha:
Sujam e matam tudo em redor
E até acreditam na patranha
Que assim vamos viver muito melhor

Não sabem, quando matam a floresta,
Que acabarão também por se matar.
Desculpem mas não vamos nessa festa:
A Terra não é nossa para estragar!

Porque os crescidos estão muito divertidos
Estão divertidos, distraídos com o dinheiro
E nem sequer reparam no que fizeram,
Neste deserto, b'lhác!!!, neste mau cheiro!

E nem sequer reparam no que fizeram,
Neste deserto, b'lhác!!!, neste mau cheiro!

O que fizeram,
O que fizeram,
O que fizeram.







HINO DAS CRIANÇAS À TERRA

Letra de João Aguiar
Música de Jorge Salgueiro

A Terra é Verde, é Flores, é Crianças
Só podemos viver sem a sujar.
Vamos ter de mudar estas mudanças,
Somos nós que temos de a salvar.

Somos nós que temos de a salvar.

A Terra é Verde, é Flores, é Crianças
Só podemos viver sem a sujar.
Vamos ter de mudar estas mudanças,
Somos nós que temos de a salvar.

Somos nós que temos de a salvar.
Somos nós que temos de a salvar





História: Jorge Salgueiro

Ilustrações: Tiago Figueiredo e Francisco de Castro (adaptados para o filme)

Design Gráfico: Tiago Figueiredo



Edição do CD: Foco Musical
Narrador: Guilherme Mendonça
Música: Jorge Salgueiro
Letras canções: João Aguiar
Coro Infantil da Coro Musical
Orquesta Didáctica da Foro Musical

A Floresta de Água


Hoje foi contada a história do livro A Floresta d'água.

Objectivo: Sensibilizar para a preservação do meio ambiente .

A Floresta d’água

de Jorge Salgueiro
Edição Câmara Municipal de Sintra
Outubro 2003
Sinopse

Partindo de uma história onde é ilustrada destruição da floresta pelo Homem, o pequeno leitor é confrontado com as preocupações ambientais tão pertinentes nos tempos que correm. Através da aventura de uma Gotinha d'Água, cujo percurso ilustra o ciclo da água, a criança entra em contacto com os quatro elementos, aqui representados: água, terra, ar e fogo.

As crianças escutaram a história com muito interesse.

29 de março de 2010

O Teatro veio à «Escola» - O Patinho Feio




O patinho feio - a história de Hans Christian Andersen (Dinamarca 1805 - 1875)

Numa bela tarde de Verão, a mãe pata vigiava sorridente os ovos da sua ninhada que estavam prestes a estalar: "Cric, crac", fez o primeiro ovo. "Cric, crac", fizeram, uns após outros, todos os ovos da ninhada. As cascas partiram e cinco belos patinhos amarelos saíram cá para fora. "Como sois belos!", disse a mãe.
Mas, faltava um ovo! Era maior e mais escuro do que os outros e continuava fechado. A mãe pata estava preocupada, mas finalmente, também aquele começou a estalar. "Pac!, fez a casca ao romper:
A mãe ficou muito espantada ao ver aquele filhote.
"Não é nada parecido com os irmãos!", disse a pata.
"É tão grande, as penas são cinzentas e o bico é enorme!", disseram em coro os patos da quinta.
"É horroroso!", disseram os cinco patinhos.
"Paciência! Ficará mais bonito quando for grande!", suspirou a mãe, e levou os patinhos ao lago para aprenderem a nadar.
Os dias passaram, mas para o patinho feio não eram dias felizes. Os irmãos davam-lhe bicadas, os gatos arranhavam-no e os meninos da quinta divertiam-se a assustá-lo.
Uma tarde, olhando para o céu, o patinho feio viu uns pássaros brancos maravilhosos que se preparavam para aterrar. "Como são bonitos! Gostaria de voar com eles para longe daqui!", pensou, e decidiu partir à procura de um lugar melhor para ficar.
O pato vagueou um pouco pelo Mundo, sozinho, triste, esfomeado. Um dia chegou a uma quinta onde viviam uma galinha e um gato.
"Vem", disseram-lhe, "se quiseres podes ficar connosco".
Todo contente, o patinho feio aceitou, mas a sua alegria não durou muito tempo.
"Sabes pôr ovos?", perguntou a galinha.
"Não", respondeu o pato.
"Sabes ronronar?", perguntou o gato.
"Não", respondeu de novo.
"Então vai-te embora, porque és tolo e não serves para nada!".
"Triste e desconsolado, o patinho feio voltou a vaguear sozinho.
A certa altura pareceu-lhe ver qualquer coisa a brilhar por detrás das folhas de um arbusto...
Era um lago! Aproximou-se e ficou maravilhado!
Ali nadavam alegremente os mesmos pássaros brancos que um dia tinha visto no céu a voar.
O patinho não pôde resistir. Queria juntar-se a eles a todo o custo.
"Não me importo se me mandarem embora às bicadas", pensou.
Mas ninguém lhe fez mal. Os belos pássaros foram ter com ele e receberam-no com alegria.
O patinho feio, muito tímido, baixou a cabeça e viu a sua imagem espelhada na água. Reparou então que já não era feio e desajeitado, mas que se tinha tornado num esplêndido pássaro branco, num belo cisne branco!
Foi o dia mais feliz da sua vida!


"Fábulas maravilhosas", Porto Editora.



Pequeno filme do espectáculo de teatro O Patinho Feio

video




A Páscoa - Algumas Actividades

A nossa Árvore da Páscoa






Materiais: Esferovite reutilizado/reciclado; restos de cartolinas coloridas; tintas; papel.


O cesto, O postal, as amêndoas oferecidas pelas crianças às suas famílias, para desejar uma Páscoa Feliz




















O nosso placard com os votos de Páscoa Feliz...



(Este ano a Páscoa celebra-se a 4 de Abril.)

A Primavera já chegou...

As características climatéricas, o vestuário adequado, canções, histórias, os animais bebés, os insectos, as plantas...e elaborar nossa árvore da Primavera foram os aspectos desenvolvidos neste início de mais uma Primavera.



















19 de março de 2010

Dia do Pai - 19 de Março de 2010

Na Sala Azul as crianças celebraram o Dia do Pai .

As crianças aprenderam canções, para cantar ao seu pai:



O Meu Pai Tem Uma Loja

O meu pai tem uma loja
Debaixo de um guarda-sol.
Toda a gente que ali passa
Vai comprar o seu pão mole.

Sim senhor Jo
Sim senhor Zé
Sim senhor Ma
Sim senhor Nel

Sim senhor José Manuel! (bis)
(Canção Popular Francesa adaptada por V. M. Diniz)








Fizeram um presente e um postal para o seu Pai





As fotos da execução da moldura, onde foi colocada uma foto da criança - O Presente para o Pai.








A Título de exemplo - um dos postais.


Escutaram a história

Vamos à caça do urso
Michael Rosen; Helen Oxenbury














«Nunca é fácil ir à caça do urso, como depressa descobrem os cinco potenciais caçadores desta história (incluindo um bebé, mas sem contar com o cão). Está um belo dia, e eles vão dizendo que não têm medo, enquanto atravessam um campo de erva alta e ondulante, cruzam um rio fundo e frio, se arrastam através da lama pegajosa, procuram o caminho pelo meio de uma floresta, passam através de um nevão que rodopia e entram pé-ante-pé numa caverna soturna. Aqui, na escuridão, tudo parece diferente... E qual é a coisa temível que aparece diante deles?
A história — recontada com humor e energia por Michael Rosen — baseia-se numa tradicional rima infantil. Enquanto se lê, pode-se também executar as acções, fingindo atravessar o campo de erva, cruzar o rio, seguindo os caçadores até à caverna... e depois de regresso a casa. Quando toda a família participa, o livro transforma-se em algo mais do que uma história dramática e magnificamente ilustrada: torna-se um maravilhoso jogo que todos vão adorar.»



Editorial Caminho


No Dia do Pai realizou-se o Lanche - Convívio:




Além do que se pode observar, houve iogurte (para os meninos), sandes de fiambre e queijo.


Para além de lanchar com o seu pai, as crianças cantaram para os pais, todos escutaram a história Vamos à Caça do Urso e, por fim, cada criança ofereceu com muito entusiasmo o presente e o postal, que tinham preparado.

Sentimos que foram momentos agradáveis, de partilha de afectos e de muita alegria entre Filhos e Pais.